Tília

Tilia vulgaris

Árvore sagrada das antigas civilizações germânicas. De propriedades diuréticas, sudoríficas, descongestionantes e relaxante do sistema nervoso, age no combate dos casos de febres, resfriados, bronquite catarral, e dores estomacais. Alivia a dor de cabeça, enxaqueca, tensões nervosas e reguladora do sistema cardiovascular.

Principais propriedades:

- Tônica;
- Calmante;
- Relaxante;
- Emoliente;
- Diurética;
- Diaforética;
- Estomáquica;
- Expectorante;
- Antidepressiva;
- Antiespasmódica.

Principais indicações:

- Gripe;
- Bronquite;
- Resfriados;
- Hemicrania;
- Nevrose gástrica;
- Esgotamento nervoso;
- Enxaqueca, dores de cabeça;
- Depressão do sistema nervoso;
- Insônia ocasionada pela ansiedade;
- Afecções estomacais de ordem nervosa.

Indicações secundárias:

- Sarampo;
- Epilepsia;
- Epitaxe, sangramento pelo nariz.

Contraindicações:

- Gestação.
- Lactação.

Parte Usada:

- Folha, flor

Fitoterápicos



Visitantes até 5 de julho de 2017: 3.378.076 - Fonte: UolHost

WhatsApp! (61) 99162-4619
camiloalencar@gmail.com