Urtiga

Urtica dioica

Utilizada no passado na indústria têxtil, na fabricação de tecidos, foi descoberta como medicamento no início do século XX. De ação vasoconstritora, adstringente e depurativa, a urtiga é revitalizante e tônico capilar. Seu suco, além de vasoconstritor, é hipoglicemiante.

Principais propriedades:

- Emenagoga;
- Diurética;
- Depurativa;
- Hemostática;
- Bactericida;
- Antisséptica;
- Adstringente;
- Antireumática.

Principais indicações:

- Gota;
- Anemia;
- Reumatismo;
- Congestão cardíaca;
- Cólicas nefríticas;
- Hiperplasia da próstata;
- Estimulante da secreção biliar;
- Estimulante da secreção pancreática;
- Estimulante das secreções estomacais.

Indicações secundárias:

- Diabete;
- Epistaxe;
- Hemofilia;
- Amenorréia;
- Afrodisíaca.

Contraindicações:

- Gestação;
- Lactação;
- Uso concomitante com insulina;
- Edema de orígem cardíaca ou renal.

Parte Usada:

- Raiz, folha

Fitoterápicos



Visitantes até 27 de novembro de 2017: 3.583.044 - Fonte: UolHost

WhatsApp! (61) 99162-4619
camiloalencar@gmail.com