Verbena

Verbena officinalis

Na Roma Antiga, quando se sacrificava as vítimas às divindades pagãs, usava-se cingi-las com ramos de Verbena, creditando-a como uma "erva santa". Também chamada como a "Erva do Fígado", suas propriedades atuam contra as afecções do fígado e do estômago.

Principais propriedades:

- Diurética;
- Depurativa;
- Diaforética;
- Adstringente;
- Antireumática;
- Antinevrálgica;
- Antiinflamatória.

Principais indicações:

- Gota;
- Febre;
- Anemia;
- Artrite;
- Ciática;
- Lumbago;
- Nevralgias;
- Reumatismos;
- Afecções do baço;
- Afecções dos rins;
- Afecções do fígado.

Indicações secundárias:

- Asma;
- Faringite;
- Bronquite.

Uso externo;

- Chagas;
- Ferimentos;
- Furunculose.

Contraindicações:

- Gestação;
- Menstruação;
- Afecções da tireoide.

Parte Usada:

- Raiz, folha, flor

Fitoterápicos



Visitantes até 5 de julho de 2017: 3.378.076 - Fonte: UolHost

WhatsApp! (61) 99162-4619
camiloalencar@gmail.com