Violeta

Viola odorata

Suas propriedades emolientes, expectorantes e peitorais, são recomendadas para o tratamento de catarros que se acumulam em consequência das inflamações das vias respiratórias, como a bronquite, sinusite e a gripe. Possui efeito levemente purgativo se utilizada de forma racional.

Principais propriedades:

- Béquica;
- Emética;
- Emoliente;
- Sudorífera;
- Expectorante;
- Antibactericida.

Principais indicações:

- Asma;
- Gripe;
- Tosse;
- Sarampo;
- Bronquite;
- Pneumonia;
- Coqueluche;
- Hemicrania;
- Catarros brônquicos;
- Tuberculose pulmonar;
- Inflamação das vias respiratórias.

Indicações secundárias:

- Eczema;
- Artrite;
- Artrose;
- Psoríase;
- Epilepsia.

Uso externo:

- Tumores;
- Abcessos;
- Contusões.

Contraindicações:

- Gestação;
- Uso abusivo é emética e purgativa.

Parte Usada:

- Raiz, folha, flor

Fitoterápicos



Visitantes até 5 de julho de 2017: 3.378.076 - Fonte: UolHost

WhatsApp! (61) 99162-4619
camiloalencar@gmail.com